Conheça a história de Martha Medeiros

Martha Medeiros

Nascida em 1961 Martha Medeiros se faz jornalista, escritora e é considerada uma das maiores cronistas contemporânea do Brasil.

Martha nasceu em Porto Alegre – RS em 20 de agosto de 1961. Sua mãe, Isabel Mattos de Medeiros e seu pai Bernardo Barreto a incentivaram a se formar em Comunicação Social, pois já tinha indícios dissertativos de qualidade, o que a tornou, hoje, uma ótima escritora.

Martha deu início em sua carreira, na área de publicidade e propaganda, acarretando outros diversos trabalhos (como criação de redações para agencias de propagandas).

Seu primeiro livro foi publicado em 1985. Strip Tease, era um aglomerado de poesias que se destacou em seu público, fazendo-a lançar ainda mais outro em 1987, o Meia Noite e um Quarto e Persona Non Grata de 1991.

Após o lançamento de seus três primeiros livros, Martha se mudou para o Chile em 1993, dedicando-se apenas a carreira de poeta. Neste meio tempo, Martha publicou variados livros como:

  • Geração Bivolt (1995);
  • De Cara Lavada (1995);
  • Topless” (1997);
  • Santiago do Chile (1996);
  • Trem Bala (1997);
  • Divã”, (2002)
  • Coisas da Vida (2003
  • Doidas e Santas (2008);
  • Dentre outros.

Hoje, Martha Medeiros é colaboradora da revista Época e do jornal Zero Hora. Neste ultimo, dedica-se a escrever inúmeras crônicas em uma coluna, que se encontra no segundo caderno.

Conheça alguns dos pensamentos mais famosos de Martha Medeiros

  • “Quero ventilação, não morrer um pouquinho a cada dia sufocada em obrigações e em exigências de ser a melhor mãe do mundo, a melhor esposa do mundo, a melhor qualquer coisa. Gostaria de me reconciliar com meus defeitos e fraquezas, arejar minha biografia, deixar que vazem algumas idéias minhas que não são muito abençoáveis.”
  • “Quem sou eu?? Quando não temos nada de prático nos atazanando a vida, a preocupação passa a ser existencial. Pouco importa de onde viemos e para onde vamos, mas quem somos é crucial descobrir.”
  • “Antes De alcançar os pontos mais indevassáveis da Antártica a bordo de barcos equipados com alta tecnologia, Klink remou bastante, não ficou em casa mentalizando seu sonho.”
  • “É difícil conseguiu o que se quer. Só se torna menos difícil quando se quer mesmo.”
  • “O que todos deveriam querer, mas querer mesmo, é fugir da mediocridade.”

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *